Ajuda e Suporte

Se você está tendo problemas com seu site, entre em contato através de nosso formulário de suporte. Clique aqui!

ATENDIMENTO

Segunda à - Sexta 9h as 18h
Fone: (19) 3869-1484 ou (19) 99441-3292
Formulário Suporte

Blog Outside On-Line

Técnicas para um ótimo Briefing

sexta-feira, 7 de março de 2014 - Design | Dicas | Divulgação | Mídias e Redes Sociais | Outside On-Line | Publicidade | - Por: Outside On-Line
Técnicas para um ótimo Briefing

Definição de Briefing

O que é briefing, afinal?

Brief:
1. adj. breve, curto. Sin. Short, concise. Ant. Prolonged. - s. sumário, resumo; breve
apostólico. -ly, adv. brevemente, em resumo.
(Great Dictionary English-Portuguese)
2. Soma de conhecimentos que abrangem a situação de mercado e o produto ou serviço em relação a suas características intrínsecas, aos concorrentes e aos objetivos gerais da empresa e do plano de marketing, em termos de venda ou imagem.
(Dicionário de termos de marketing)

Briefing

1

noun 1 a meeting in which people are given instruction or information: a press briefing 2 The detailed instructionss or information that are given ar such a meeting. Captain Trend gave his men a full briefing. • a briefing session/paper.
(OXFORD Advanced Learner’s Dictionary)

2

Resumo de uma discussão; são os pontos a discutir. Geralmente, é aquilo que o cliente transmite, como expressão do trabalho que necessita, ao contato ou, diretamente, a um grupo da agência. 2. Passagem de informações e de instruções de modo ordenado, fornecida para o correto desenvolvimento de uma entrevista. De maneira geral, o briefing é um documento que o profissional de marketing transmite a quem vai realizar uma campanha publicitária promocional, de relações públicas ou uma pesquisa de mercado”.
(Dicionário de termos de marketing)

3

Resumo, em inglês. Documento contendo a descrição da situação da marca ou empresa, seus problemas, oportunidades, objetivos e recursos para atingi-los. Base do processo de planejamento”.
(Propaganda de A a Z)

4

É o resumo de uma discussão. São os pontos a discutir. Geralmente é aquilo que o cliente transmite, como expressão do trabalho que necessita, ao Contato ou, diretamente, a um grupo da agência”.
(Propaganda: técnica da comunicação industrial e comercial)

Conceito de Briefing?

A essência do briefing

“Chama-se briefing às informações preliminares contendo todas as instruções que o cliente fornece à agência para orientar os seus trabalhos. É baseado nele e completado com as informações de pesquisas que se esboça o planejamento publicitário. O briefing é uma fase completa de estudos e deve conter as informações a respeito do produto, do mercado, do consumidor, da empresa e os objetivos do cliente”. (S’antanna, 1989: 109)

“Em seu conceito mais simples e direto, briefing significa a passagem de informação de uma pessoa para outra, especialmente do anunciante para o executivo de Atendimento e deste para os demais profissionais envolvidos no processo. É baseado nele e completado com as informações de pesquisas que se esboça o planejamento publicitário. O briefing é uma fase completa de estudos e deve conter as informações a respeito do produto, do mercado, do consumidor, da empresa e os objetivos do cliente”. (Sampaio, 1997: 206)

“Apesar dos aspectos de resumo das informações de uma empresa,o briefing deve conter informações relevantes e adequadas à atividade a que está sendo destinado”. (Bertomeu, 2002: 30)

Definição de Briefing

Finalidade do Briefing?

Para que serve um Briefing?

O propósito do briefing pode ser estabelecido como uma forma de organizar a passagem da informação certa,das pessoas certas para outras pessoas certas, na hora certa, da maneira certa e pelo custo certo”.
(Sampaio, 1997: 208)

O briefing serve para...

Encontrar e sistematizar a informação: a função do briefing é reunir as informações necessárias para a ação publicitária, pois estas estão dispersas, parte no cliente, parte no mercado, parte na pesquisa, etc. Conforme disse o publicitário Stalimir Vieira, “é preciso clareza para trabalhar com eficiência. Trabalhar sem informação precisa e organizada é, mais ou menos, como entrar em campo, no meio de uma partida de futebol, sem saber qual é o seu time: você pode ser um craque com a bola nos pés, mas estará sempre sujeito a fazer maravilhosos gols... contra”.

Organizar e disponibilizar as informações certas para a equipe envolvida no trabalho. O briefing serve como um centralizador físico dessas informações.

Fundamentar e sustentar a ação publicitária: o desenvolvimento da ação publicitária deve fundamentar-se em informações razoavelmente precisas e premissas corretas.

Inspirar e alimentar ideias e soluções criativas: a Criação pode e deve utilizar as informações do briefing como inspiração criativa, através, por exemplo, de associação de ideias (brainstorm).

Direcionar e delimitar o trabalho publicitário: sem uma trilha definida, o Planejamento e principalmente a Criação podem desviar-se do problema e objetivo de comunicação do cliente.

Técnicas de Briefing

Como elaborar briefings eficazes: técnicas e fatores a considerar.

Técnicas de BriefingNada ajuda mais do que um bom briefing.
Nada atrapalha mais do que um mau briefing.
Ele é o pavimento por onde a criação vai trafegar.
É uma estrada. Quanto mais bem sinalizada, mas rápido é em segurança chegaremos a nosso destino. Quanto menos sinalizada e mais esburacada, menores serão as chances de chegar a algum lugar, além de corrermos o riscode cair num abismo”

“As verdades dos briefings não são originais.
São interpretadas. A obrigação da agência é procurar conhecer a verdade pura para poder enriquecer a compreensão dos problemas. (...)
Às vezes o processo é complicado. (...) é da maior importância conversar com o público interno da própria empresa. Vendedores, representantes, gerentes, diretores, o
responsável pela fábrica. Visitas à fábrica trazem muitas vezes informações surpreendentes para a criação de campanhas”

Ao transmitir o briefing para a Criação, certifique-se de não somente transmitir informações frias, mas, sobretudo, transmitir uma atmosfera estimulante que desperte o interesse pelo trabalho, encorajando e inspirando a equipe de Criação. Tal como disse Stalimir Vieira, “digamos que, no caso da criação publicitária, o envolvimento com o briefing é o motivo que faz ‘transbordar’ nossa sensibilidade em um ‘choro’
chamado ‘expressão criativa’

Algumas regras sobre o que NÃO fazer

NÃO seja formal demais. Entre o roteiro e o briefing, existe um elemento fundamental:
o Atendimento. Por isso, é um equívoco apoiar-se exclusivamente nos aspectos formais do briefing (papéis, memorandos e relatórios), subjulgando a importância do contato pessoal, visão estratégica e o questionamento das informações contidas no briefing.

NÃO seja apenas um “receptor de informações”. O profissional de Atendimento não deve ter uma postura passiva, ser um “moço de recados”, ou seja, ser apenas um receptor das informações recebidas através do briefing. Deve sim, adotar uma postura crítica e proativa no processo. A não observância desse critério pode levar ao desperdício de tempo, perda de informações relevantes obtidas pelo método informal, podendo levar, inclusive, a equívocos na interpretação das informações, fato que comprometerá todo o trabalho que seguirá.

NÃO fique preso ao roteiro. O roteiro de briefing é apenas um guia, e não uma camisa de força. Se oportuno, acrescente, exclua ou modifique perguntas previamente elaboradas. Deixe uma folga para mudanças de curso no decorrer das discussões. Embora os procedimentos de elaboração de briefings sejam constantes, devem ser adaptados às diferentes circunstâncias.

NÃO dê informações demais nem de menos. Seja tão curto quanto possível, mas tão longo quanto necessário. “O briefing deve conter todas as informações relevantes e nenhuma que não seja. Um briefing muito grande, por exemplo, é ruim não apenas porque é extenso em demasia, mas principalmente porque não é seletivo e sem seleção todo o processo acaba ficando dispersivo”.

Algumas regras sobre o que fazer

Obtenha as informações de briefing das pessoas certas, aquelas que podem transmitir e receber informações em profundidade e que tenham autoridade para tomar decisões.

Organize o menor número possível de reuniões e planeje para que não se prolonguem muito. Quem presidir ou coordenar as reuniões, deve controlar isso. Programe para que a participação de cada integrante seja realmente necessária justificando o custo de seu tempo e as despesas gerais. As pequenas reuniões são normalmente mais produtivas e mais objetivas do que as grandes.

Associe o briefing ao planejamento de propaganda desde o início. O briefing é parte do processo de planejamento. Ambos são contínuos. O propósito de ambos é definir os objetivos claros da propaganda e traçar estratégias eficazes para atingi-los.

Verifique se o procedimento adotado é adequado às necessidades do trabalho específico. Use a simplicidade sempre que for possível. Por outro lado, para objetivos maiores, métodos de briefing mais complexos e abrangentes podem economizar tempo e dinheiro a longo prazo.

Dirija seus esforços para um mix correto entre briefing oral e escrito. Muito papel tende a confundir. Mas um documento de referência conciso, demonstrando os objetivos da propaganda, os principais pontos do produto e uma avaliação do mercado é necessário para começar.

Mantenha as reuniões tão curtas quanto possível. Depois de uma sessão preliminar geral, briefings específicos para grupos especializados da agência são recomendados. Controle a tendência que algumas agências têm de convocar muitas pessoas para reuniões.

Quando for viável e útil, coloque o pessoal da agência em contato direto com os vendedores, distribuidores, compradores e operadores da sua empresa. A empresa anunciante deve facilitar e a agência deve pedir isso.

TAGS: briefing - projeto - design - produto -

POSTS EM DESTAQUE

VER TODOS -
  • Técnicas para um ótimo Briefing
    Técnicas para um ótimo Briefing
    O propósito do briefing pode ser estabelecido como uma forma de organizar a passagem da informação certa,das pessoas certas para outras pessoas certas, na hora certa, da maneira certa e pelo custo certo. Saiba como elaborar um ótimo Briefing.
  •  As 10 melhores marchinhas de Carnaval de todos os tempos
    As 10 melhores marchinhas de Carnaval de todos os tempos
    Você conhece alguma marchinha carnavalesca? Antes de responder que não, confira nossa lista com as 10 melhores – que foram bem difíceis de eleger. Você vai ver que esses repetitivos refrões estão colados (e muito) na nossa memória.
  • As melhores imagens para usar em campanhas do Facebook Ads
    As melhores imagens para usar em campanhas do Facebook Ads
    A dúvida mais comum numa campanha do Facebook é a escolha da imagem. Em uma rede social como o Facebook, no qual os visitantes são impactados pelo visual, saber realizar a escolha perfeita é um exercício importantíssimo.